Estudar inglês na Índia?

Alguém já pensou em estudar inglês na Índia? Sei que há várias pessoas que quando desejam estudar em outro País elas pensam primeiramente nos EUA, Canadá ou Inglaterra. Mas resolvi fazer este post para incentivar a virem para a Incrível Índia estudar inglês, se a intenção é aprender um novo idioma e ainda por cima conhecer um País com uma cultura totalmente diferente do Brasil! 🙂 Algumas vantagens que Você terá:

  1. Mesmo que a passagem saia um pouco mais cara, a moradia e a alimentação na Índia é muito mais barata que os outros Países mencionados acima, e estes fatores levarão ao segundo ponto;
  2. Você já estará do outro lado do mundo, muito mais fácil para conhecer Países como a Tailândia, Austrália e Nova Zelândia, os quais muitas vezes deixamos de lado ou para o futuro – a passagem da Índia para estes lugares sai muito barata. Por exemplo: um voo (ida e volta) de Delhi para Bangkok sai por menos de mil reais (quando eu fui eu paguei o total de R$ 690,00);
  3. O curso de inglês na Índia também fica muito mais em  conta, devido ao fato que a moeda deste País está bem desvalorizada.

Há várias escolas de inglês na Índia, mas uma que eu escutei falar que é boa se chama British Council, e possui quatro unidades por aqui. As cidades escolhidas por esta escola são cheias de estrangeiros e com uma boa estrutura de Hospitais, Restaurantes, Mercados e etc. download

Músicas mais tocadas em 2014

Saiu na semana passada a lista das músicas mais tocadas em 2014 aqui na Índia.

Se você gosta deste País assim como eu, vem aqui conferir! 🙂

1. Baby Doll

2. Galliayn

3.  Samjhawan

4. Mast Magan

5. Manwa Laage

6. Zehnaseeb

7. Tere Hoke Rahenge

8. Tune Maari Entriyaan

9. Jumme Ki Raat

10. Sunny Sunny

Eu não tenho a minha música favorita, mas desta lista eu prefiro as três últimas: Tune Maari Entriyaan, Jumme Ki Raat e Sunny Sunny.

Coisas que eu sinto falta…

Há alguma coisa do seu dia a dia que quando Você viaja Você sente falta? Que não dá para levar na mala?

Estou me referindo a objetos, sentimentos e comidas, pois é claro, que sentimos sempre falta de alguém. 🙂

Bom, eu nunca tinha parado para pensar nisto, pois sempre que viajei eu aproveitava aquele momento em que eu estava vivendo, e pensava que logo voltaria para o meu lar no Brasil.

Sempre carreguei esta idéia comigo, mesmo quando estava morando nos EUA, pelo período de 13 meses (2008/2009) e na Índia, pelo período de 10 meses (2013).

Acho que agora a minha “ficha caiu”, pois estou morando por tempo indefinido na Índia, e eu comecei a me dar conta que eu sinto falta de algumas coisinhas que eu estava acostumada a ter no Brasil!

  • Chuveiro Elétrico:

Este é o principal! Aqui na Índia não existe o chuveiro elétrico. Aquele que regulamos a temperatura.

Os indianos utilizam o famoso ‘geyser’, o qual precisa ser ligado pelo menos 20 minutos antes de Você tomar banho, se deseja água quente.

O problema é que a água não fica quente direto, se você é daqueles que demoram mais de 10 minutos no banho. Ou seja, após alguns minutos ela começará a ficar gelada novamente e Você precisa desligar e esperar ficar quente.

Enfim, só sei que para mim é muito difícil tomar banho agora no inverno! 😦

Geyser - imagem obtida no site Flipkart

Geyser – imagem obtida no site Flipkart

  • Pão francês:

Como eu sinto falta disto!!! De ir na padaria buscar o pão francês na hora que fica pronto, e comer ele quentinho. Não encontrei até agora nada parecido por aqui.

  • Assistir teatro e apresentações musicais de Bandas que eu gosto:

Antes de vir para a Índia eu estava morando em Curitiba, e para quem conhece esta cidade sabe que ela é cheia de eventos culturais: shows, peças de teatro, stand-up….

Eu era daquelas pessoas que sempre estava fuçando na net qual seria a próxima banda que viria para a cidade…

Na Índia não tem muito disso… Por exemplo, eu nunca vi uma Banda estrangeira vir tocar aqui, e quando há algum evento são de músicas que eu não gosto e não dá para eu ir ao teatro por enquanto, porque são todos apresentados em Híndi, e eu ainda não consigo compreender este idioma.

  • Dirigir ou pegar ônibus facilmente:

Sei que em breve esta questão será resolvida, mas mesmo que seja eu sinto falta do sistema do Brasil. Aqui na Índia é uma loucura, conforme já mencionei anteriormente. Ninguém respeita a vez do próximo, muitas buzinas desnecessárias e a todo o momento acho que o carro vai bater. Além disto, tenho saudade de não ter que depender de ninguém para ir aos locais que eu desejo, mesmo que não tenha carro. Em Curitiba o sistema de ônibus era tão bom…e aqui é bem precário, por isto preciso sempre utilizar o rickshaw, o qual tenho que barganhar pelo preço antes de ir, e chega uma hora que cansa…

??????????

Hawa Mahal Road – foto por Camila Pimenta

  •  Pagar pelo preço justo:

Sinto falta de ir a lojas e saber que o vendedor não está cobrando mais de mim, pelo fato de eu ser estrangeira. Aqui na Índia, infelizmente, eu preciso do Dilip em muitas ocasiões, por que se eu for com ele o lojista me passará um preço ‘X’ e se eu for sem ele o preço é ‘2X’. Isto porque eu pareço um pouco com os indianos…para os estrangeiros com a fisionomia muito diferente (leia-se brancos, com cabelos claros) o preço chega a ‘3X’ ou ‘4X’.

Claro que estes são fatores que com o tempo eu vou me acostumar e até se tornarão melhores, pois estou aprendendo o idioma local.

Mas achei interessante vir compartilhar com Vocês, para aqueles que desejam morar fora do Brasil, pois precisam estar ciente de muitos fatores básicos que mudarão drasticamente na vida de cada um, independente do País que escolherem.

Criações indianas.

Achei interessante vir aqui contar sobre três criações de indianos muito úteis para a população deste País, tendo em vista que se trata do segundo País mais populoso do mundo, onde grande parte da sociedade não possui condições financeiras para adquirir utensílios necessários para uma vida mais digna.

  • Invenção de Anil Rajvanshi: Fogão ou lâmpada?

Segundo o inventor seriam os dois. Este item soluciona o problema de cozinhar e da iluminação das casas nas áreas rurais. Este aparelho queima querosene para produzir luz e fazer o fogão funcionar. Há um vídeo mostrando melhor como que funciona aqui. Em uma entrevista realizada pela CNN IBN o Sr. Rajvanshi disse: “É uma vergonha que mesmo 67 anos após a Independência da Índia, aproximadamente 60% da população rural não possui eletricidade….esta invenção faz possível com que a família cozinhe arroz, vegetais, dal e ferva até 10 litros de água em 4 horas. Este fogão/lanterna não emite fumaça, som ou cheiro”. Esta invenção foi possível, pois há um Instituto chamado ‘Nimbkar Agricultural Research Institute (NARI)’, o qual realiza pesquisas nas áreas de agricultura, energia limpa,  pecuária e desenvolvimento sustentável e que o Sr. Rajvanshi faz parte. Para aqueles que possuem interesse em invenções, aqui consta um arquivo em PDF com todas as informações. 🙂

Imagem obtida na página chamada 'The Logical Indian'.

Imagem obtida na página chamada ‘The Logical Indian’.

  •  Invenção da Empresa Godrej Appliances: geladeira portátil chamada Chotukool.

Pelo fato de muitos dos alimentos estragarem nas Vilas Indianas, pois dificilmente há uma geladeira nos lares mais simples, a Godrej Appliances criou esta geladeira portátil da imagem abaixo, em 2009. Segundo informações que constam na Revista da Harvard (Ed. de Outubro 2014), “utilizando um chip de estado-sólido e eliminando o compreensor, a Empresa reduziu o consumo de energia para apenas 62 watts e o preço para USD 69,00… O produto funciona como uma bateria que pesa menos de cinco quilogramas e mantém os alimentos resfriados em temperaturas entre 4°C e 15°C.”

collage

Imagens tiradas na internet, de vários sites.

  • Invenção de Mansukhbhai Prajapati: Geladeira que não usa gás nem eletricidade.

Em 2005 o Sr. Prajapati criou uma geladeira feita de argila, a qual consegue conservar os alimentos em até 5 dias. O preço desta invenção sai por USD 56,00. Hoje em dia o Inventor possui a sua própria Empresa, a qual realiza a fabricação de outros itens, tais como, frigideira, panela de pressão, filtro de água e conjuntos de jantar (Ele possui os direitos autorais de todas as suas criações).

Imagens tiradas do site Rediff.

Imagens tiradas do site Rediff.

Eu fico muito feliz quando vejo ou leio este tipo de informação, pois me faz acreditar que o mundo está sim caminhando para o melhor. 🙂

Parceria no Blog!

Uma das coisas que me estimula em continuar postando no Blog é quando recebo uma mensagem de alguma mulher que deseja conhecer a Índia, e que tinha medo de vir para este País, até conhecer e ler o ‘Paranaense na Índia’. 🙂

Por conta disto eu fiz uma parceria no Blog ‘Woman Trip‘, e pretendo passar sempre por lá, com várias dicas de viagens sobre este Incrível País.

selo_oficial_150x150

Eles possuem uma página no Facebook, o qual sempre realizam postagem sobre mulheres que estão viajando mundo a fora – Fica a dica para Vocês que sempre estão pesquisando novas fontes para estimular em sair por este mundão!

Além disto, o site deles conta com várias mulheres inscritas que  trocam informações sobre Países que já visitaram ou que desejam conhecer!

Achei muito bacana o projeto e torço para que a cada dia mais brasileiras desbravem vários Países.