Animal tipicamente indiano.

Sabe aquela sensação de ver um animal pela primeira vez?

Eu não me lembrava o que era isto, até conhecer, dias atrás, o Nilgai.

??????????

Nilgai – Foto tirada por Camila Pimenta. Jaipur/Índia.

??????????

Nilgai – Foto tirada por Camila Pimenta. Jaipur/Índia.

Quando o vi pela primeira vez eu fiz aquela cara de ponto de interrogação, perguntando para mim mesma: “Que bicho é este???”

Ele lembra um veado, mas seu tamanho é maior, seus chifres menores e sua cor é normalmente acizentada.

Se Você vier para a Índia o encontrará em várias áreas verdes no meio da estrada, e sempre soltos, por ser um animal selvagem.

O Nilgai é tipicamente indiano, mas atualmente também é possível encontrá-lo nos EUA, após este ter sido levado para o Texas em 1920.

😉

Anúncios

Biquíni indiano – Você usaria?

Em um dos meus primeiros post no Blog eu comentei sobre a experiência de ir a uma festa na piscina na Índia (Reveja aqui).

Lá eu citei que todos os indianos entravam na piscina com roupa e tudo….

Pois bem, agora quero me ‘redimir’ e dizer que nem sempre é bem assim.

Há um biquíni indiano que é muito usado em cidades mais tradicionais, como Jaipur.

Porém as moças o utilizam quando estão em clubes de campo, ou seja, eu nunca presenciei uma indiana usando esta vestimenta em uma Festa na Piscina, as quais ocorrem geralmente em Hotéis.

Abaixo uma imagem, para Vocês verem como é lindo este modelo! (Só que não…rs.)

12

Este da foto custa o equivalente a R$ 58,00.

Interessados?

Lógico que em grandes centros é mais normal ver as moças usaram biquínis normais – só um pouco maiores do que o que temos no Brasil. 😉

O carro mais barato do mundo!

Você já imaginou adquirir um carro ZERO por menos de oito mil reais??

Pois é…aqui na Índia isto é possível! 🙂

Apresento a Vocês (caso ainda não conheçam) o Tata Nano:

Cornflower_blue

Tata Nano: o carro mais barato do mundo!

A idéia para a construção deste veículo veio do dono da Tata Motors (Mega empresa indiana), Sr. Ratan Tata, que em um dia chuvoso, no caminho de volta para a sua casa, observou várias famílias indianas com seus filhos amontoados nas motos.

Ele sentiu que deveria fazer algo, para que estas famílias tivessem a oportunidade de comprar um carro e que assim pudessem ter mais conforto e segurança para as crianças.

Dessa forma, ele colocou uma meta à sua equipe: desenvolver um carro que custasse no máximo dois dólares (100 mil rúpias na época)!!!

(Imaginem a cara dos Engenheiros na hora…Rs). 😮

2011-tata-nano-all-color-picture

As cores do primeiro lançamento, realizado em 2009.

Esta meta não foi fácil, e demorou anos para que fosse concluída.

No final, o carro acabou saindo um pouco mais caro, sendo que apenas os primeiros compradores conseguiram adquirir o automóvel por USD 1.600,00.

Hoje em dia há várias opções (encontrei mais de cinco na internet): o mais barato sai por menos de 8 mil reais.

Daí vem a famosa pergunta…Mas como que este carro é tão barato?

Na imagem abaixo há a resposta:

_44347603_tata_car_416

Tradução:

  • Motor de dois cilindros – velocidade máxima de 70 km/h;
  • Plástico e adesivo substitui a soldagem;
  • Carroçaria em chapa de metal e plástico;
  • Direção manual, sem air bag;
  • Sem ar condicionado no modelo padrão; e,
  • Janela com abertura manual.

O tamanho do automóvel (mais informações do carro aqui):

  • Comprimento: 3043 mm;
  • Largura: 1495 mm;
  • Altura: 1652 mm;
  • Altura do solo: 180 mm;
  • Capacidade: 4 pessoas;
  • Capacidade do tanque de combustível: 15 litros; e,
  • Peso: 600 kg.

A maioria dos indianos que eu conheci até agora não gostam deste carro. Quando eu disse que adquiriria um eles me disseram em bom e alto tom: “Não faça isto!!”.

O que ocorre é que vários destes carros tiveram problemas e que se Você estiver dirigindo este veículo e ocorrer qualquer acidente, a chance de Você se machucar feio é muito grande! :/

Sim, o carro aparenta ser de brinquedo, de tão pequenininho e delicado que é! Rs…

Enfim, eu achei a proposta interessante e vejo muitos destes nas ruas de Jaipur.

Eu não sou a melhor pessoa para discutir sobre carros, pois sou bem leiga no assunto, mas acho uma boa opção, para famílias indianas que não possuem condições de adquirir um carro caro e que tenha crianças.

😉

Histórias sem imagens.

Hoje resolvi contar dois fatos que ocorrem comigo, desde o período que vim para a Índia pela primeira vez.

Porém foram momentos que eu não consegui registrar nenhuma imagem, e por isto haverá apenas escrita neste post!

  • Primeiro acontecimento:

Certo dia eu estava a caminho do ponto combinado onde eu pegava a minha carona para ir trabalhar (Lembra que eu comentei sobre o trajeto do meu trabalho neste post aqui?), e ao cruzar uma esquina me deparei com uma criança, com cerca de 6 anos, em seu momento matutino de defecação.

Ao visualizar aquilo eu logo virei meu rosto, pois creio que todos os seres humanos gostam de privacidade…rs. Mas algo me fez a voltar a observar aquela situação, pois escutei algumas conversas.

Naquele instante eu presenciei o momento mais “querido” do meu intercâmbio.

Um amiguinho (na mesma faixa etária) da criança que estava na situação que citei acima, apareceu com uma garrafinha d’água, e ajudou a este se limpar.

Para quem ainda não sabe os indianos não utilizam o papel higiênico.

Há o chuveirinho de banheiro, nas casas daqueles que possuem um recurso financeiro melhor, mas para àqueles mais simples, eles utilizam um balde d’água.

Foi muito rápido, mas com esta imagem que ficará gravada em minha mente por muito tempo eu comecei a refletir sobre como é importante ajudar ao próximo e como os amigos é algo muito valioso.

🙂

  •  Segundo acontecimento:

Desta vez eu estava na porta de um supermercado, aguardando um rickshaw e três crianças se aproximaram de mim, para pedir dinheiro.

Eu não sou a favor de dar dinheiro para nenhuma criança de rua, pois o motivo de elas estarem ali, em minha opinião, é dos pais, os quais as forçam a trabalhar.

Aqui tem um artigo que fala mais sobre isto (inglês).

Bom, voltando ao acontecimento…

Eu disse para elas: “Otttoooo, Otttoooo, Otttoooo”, e todas caíram na gargalhada.

‘Otto’ é o som que os indianos fazem para chamar um Rickshaw quanto este está passando na rua…

Na verdade seria ‘Auto Rickshaw’, por este ser motorizado, mas para “facilitar” eles encurtaram para o famoso “Otto”.

Enfim, depois de eu repetir esta palavra inúmeras vezes, as crianças saíram correndo e dois minutos depois apareceram dentro de um Rickshaw, com os braços para cima, balançando e com um baita sorriso no rosto…além disto o ‘tuc tuc’ estava com o rádio ligado e uma música muito bacana tocando…

Ou seja, elas entenderam o que eu precisava e conseguiram um rickshaw para mim!!
Posso dizer uma coisa? Pareceu cena de filme…um momento que também não vou esquecer e que novamente me ensinou, mais uma vez, a ajudar ao próximo, sempre!!

🙂

São momentos como estes que me fazem a amar tanto este País!!!

Incrível Índia!!! ♥

Fotos não compartilhas anteriormente – Taj Mahal!

A primeira palavra que vem na mente de muitas pessoas que ouvem sobre a Índia é “TAJ MAHAL“. Não é mesmo?

Pois bem, eu já fiz um post com várias dicas sobre a minha visita a este monumento (aqui!), mas hoje eu resolvi postar umas fotinhos que não sejam só do Taj, mas também das coisas ao redor.

Seguem abaixo imagens da sequência do trajeto que eu fiz, para que Vocês possam sentir que também passaram por lá!

Espero que gostem!!! 😉

Caminho para a entrada do Taj Mahal.

Caminho para a entrada do Taj Mahal.

Assim que passamos pela segurança é este edifício que vimos primeiramente

Assim que passamos pela segurança é este edifício que vimos primeiramente

Segundo edifício que vimos ao entrar na área onde se encontra o Taj.

Segundo edifício que vimos ao entrar na área onde se encontra o Taj.

DSCN8281

Ao passar pelo edifício da imagem anterior, é esta visão que temos: O famoso Taj Mahal e muitas pessoas com máquinas na mão..rs.

Pessoas caminhando em sentindo ao Taj!

Pessoas caminhando em sentindo ao Taj!

Imagem que temos de frente do Taj olhando para trás.

Imagem que temos de frente do Taj olhando para trás.

P1110696

Imagem que temos ao passar pela fila para colocar a proteção obrigatória nos seus sapatos!

Proteção  para os sapatos - é entregue de graça.

Proteção para os sapatos – é entregue de graça.

DSCN8312

Rio que há nas costas do Taj Mahal

DSCN8314

Mais uma fila!!! Agora para finalmente entrar na parte onde há o túmulo de Mumtaz Mahal.

DSCN3484

Foto de dentro do Taj Mahal. Atrás desta grade há o túmulo.

DSCN3481

Detalhe da arquitetura de dentro do Taj.

P1110691

Detalhe da arquitetura de dentro do Taj.

Vale informar que foi criado há poucos dias o site oficial do Taj Mahal!!

Infelizmente não há a opção do idioma português, mas tem a opção em espanhol, que acho que facilita para Vocês que tem dificuldade com o inglês, para caso tenham curiosidade em explorar este website!