Eleições.

Na próxima semana ocorrerá as eleições aqui na Índia.

Achei interessante postar imagens das propagandas que há nas ruas para as pessoas irem votar, já que na Índia não é obrigado.

Image

 

Image

 

Conforme vocês podem ver na propaganda abaixo, eles marcam o dedo indicador quando uma pessoa vai votar:

Image

E aqui a versão como que fica no dedo, para vocês compreenderem melhor (isso ocorreu nas eleições da escolha do presidente do grêmio estudantil do Rajastão):

Image

Há policiais em vários pontos da cidade, checando carros e pessoas na rua, já que (triste dizer isso) nessa época há muitos atentados.

Na Índia as eleições são de cinco em cinco anos e os cidadãos podem votar a partir dos 18 anos de idade.

VIAGENS!

Quando descobri que viria para a Índia trouxe comigo o desejo de viajar muito por esse País, conhecer o maior número de Estados e cidades possíveis, contudo por conta da falta de grana e de tempo (Requer muito, mais muito tempo para conseguir viajar aqui) tais viagens terão que ficar para uma próxima oportunidade.

Apesar disso, consegui visitar vários lugares próximos a Jaipur nesses meus mais de oito meses de intercâmbio, conforme podem ver no mapa abaixo:

Image

Eu recomendo todas essas cidades, e tenho uma lista muito maior comigo, de lugares que ainda conhecerei!

Se quiserem dicas sobre a Índia, podem entrar em contato comigo pelo blog.

Sim, eu adoro organizar roteiros e podem ter certeza que responderei com o maior prazer.

🙂

Igreja católica.

Sou católica, não praticante, e na empresa em que trabalhava há mais 03 estrangeiros católicos, os quais são designers que vieram das Filipinas.

Os três me convidaram para assistir uma missa com eles. Dessa forma estive na igreja católica de Jaipur, para ver como que é.

Em Jaipur há cerca de 3.499.204 de pessoas que vivem na área metropolitana, sendo que, segundo pesquisa que fiz na internet apenas 4.657 são católicos.

A missa é realizada em quatro idiomas, em diferentes horários, quais sejam: Hindi, English, Marwari and Bhili, e o padre a realiza da mesma forma que fazemos no Brasil.

Há esse site onde constam todas as informações para quem possui curiosidade e quer obter mais conhecimento sobre a igreja católica na Índia: http://cbci.in/

Fato interessante: fiquei sabendo que nos últimos anos houve muitos indianos que se converteram ao catolicismo, por não serem a favor da questão da diferença das castas, sendo que esses eram na maioria das castas mais baixas da sociedade.

Abaixo foto de uma Igreja católica de Jaipur:

Imagem

Último dia na Empresa.

O meu último dia de trabalho em uma Empresa indiana ocorreu antes de ontem, dia 21 de novembro.

Saio da Empresa com saldo positivo! =)

Fiz bastantes contatos, aprendi o modo de negociação com os indianos, visitei as fábricas de produtos lindos, aprendi muita coisa sobre decoração, preenchi documentações importantes e conheci uma nova e extraordinária cultura, a qual permanece fortemente mesmo em grandes Companhias. Ou seja, sim, essa experiência foi e será super válida para o meu currículo profissional.

Imagem

Conforme disse Mahatma Gandhi: “O futuro depende do que fazemos no presente”.

Imagem

Sendo assim, fica aqui uma dica: Se Você vier realizar um intercâmbio como esse da AIESEC, tente fazer o máximo de network possível, pois Você nunca sabe o dia de amanhã. Alguém que esteja trabalhando próximo a Você pode estar te observando e poderá entrar em contato no futuro, para realizarem algum trabalho em conjunto.

Quero dizer mais uma vez: Você deve fazer do seu tempo na Empresa a melhor experiência possível, pois talvez Você não colha os frutos agora, mas sim no futuro. Dê o melhor de si, e não espere pelos outros, vá atrás de trabalho, mesmo que a pessoa responsável por Você não te passe serviço, para que esses 6 – 12 meses sejam proveitosos.

Imagem

Aqui eu escutei e vi vários problemas, às vezes por parte da AIESEC, às vezes por parte do intercambista e muitas vezes por parte da Empresa.

Antes de vir para a Índia tinha muitas pessoas com receio por mim, pois escutaram que a AIESEC da Índia não dava atenção para os intercambistas e as oportunidades eram de baixa qualidade. Para esse comentário eu só tenho uma coisa a dizer: A AIESEC é uma Organização muito boa, porém não perfeita, como qualquer outra. Não depende apenas dela como será o seu tempo aqui, quero dizer, vá ter que haver um esforço da sua parte também.

Bom, olhe ao seu redor, e vejam quais são os fatores que Você poderia contribuir de uma forma diferente, para que com isso o seu dia a dia melhore.

Conforme eu disse uma vez: um sorriso já muda bastante a forma que as pessoas da sua Empresa vão lhe tratar.

Se você estiver vindo para a Índia, espero, realmente, que sua experiência seja fantástica, assim como foi a minha!

Imagem

Visita à ONG.

Há alguns dias estive em uma ONG chamada Naya Sawera – que cuida de crianças portadoras de HIV.

Os Diretores me informaram que não há dificuldade em encontrar pessoas que doam alimentos, utensílios e dinheiro, porém dificilmente aparecem voluntários para passar tempo com as crianças, uma vez que, infelizmente, muitas pessoas daqui ainda acreditam que essa doença possa ser transmitida apenas no toque – sim, ainda há um preconceito muito grande, principalmente em uma cidade tão tradicional e reservada como Jaipur.

Atualmente há 13 crianças morando nessa Instituição (na parte das garotas), e todas frequentam a escola e recebem medicamentos do governo para controlar essa doença.

Há uma mulher que cuida deles, 24 horas por dia, a qual também é soro positivo, e essa ONG a ajuda com casa, comida, um pequeno salário e fica atenta para que os medicamentos dela estejam em dia, em troca dela cuidar das crianças.

Para ser padrinho de uma das crianças o valor é de seis mil rúpias POR ANO, o equivalente a R$ 222,00.

Quando questionei o porquê desse valor ser tão baixo recebi a seguinte resposta: “Nós precisamos de dinheiro para pagar o aluguel, o transporte escolar, a energia, para o leite e para as verduras, tendo em vista que os demais mantimentos e roupas são doados”.

Segue abaixo o contato da Instituição, para caso você que estiver lendo venha para Jaipur algum dia:

naya.sawera2020@gmail.com

Não precisam ajudar com dinheiro, mas se tiverem tempo, passar uma tarde com as crianças é uma ação super bem vinda pela ONG, e tenho certeza que fará bem para seu coração também!

Imagem