A mais longa viagem da minha vida.

Depois de “algumas” horinhas de viagem cheguei em Jaipur, cidade em que morarei por pelo menos 06 meses.

Foram três voos no total e todos os voos foram realizados pela companhia área South Africa. Não tive nenhum problema, os atendentes são muito prestativos e todos os voos saíram no horário. A única coisa ruim é que eles distribuem meias para os passageiros, ou seja, as pessoas tiram os sapatos para colocá-las e com isso surge um odor muito desagradável.

O primeiro voo saiu de São Paulo (Guarulhos) para Johannesburg (África do sul), e demorou 09 horas, as quais passei o maior tempo dormindo, por conta do remédio dramin…rs

Assim que cheguei ao aeroporto de Johannesburg tive que aguardar 03 horas e meia, para meu próximo voo, com destino a cidade de Mumbai.

O aeroporto de Johannesburg é imenso e há muitas coisas bacanas para comprar! Quem sabe na volta não faço umas comprinhas…

Esse segundo voo levou 08 horas e quando pousamos tivemos que passar pela alfândega com as bagagens, pois o próximo voo era nacional. No jantar servido nesse voo com destino à Índia já havia o tal esperado tempero indiano: comida mega apimentada!!! Tive que comer cada garfada com um gole de água…hehehe.

Observação: Achei que os aeroportos dos EUA eram os que mais faziam os passageiros passarem por revistas de mala e etc., porém descobri que há uma forte concorrência com os aeroportos da Índia! Da saída do avião em Mumbai até a entrada no avião para Jaipur passei por cinco inspeções.

No aeroporto em Mumbai esperei por mais 04 horas, para o meu último voo.

Sendo assim, totalizaram 26 horas de viagem, sem contar o tempo que gastei de Cambará para São Paulo.

A chegada em Jaipur ficará para um próximo post. 😉

Abraços e beijos para toda a minha família e amigos! Amo vocês.

Anúncios

3 pensamentos sobre “A mais longa viagem da minha vida.

  1. “Sonhe com o que você quiser. Vá para onde você queira ir.
    Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida
    e nela só temos uma chance de fazer aquilo que queremos.
    Tenha felicidade bastante para fazê-la doce. Dificuldades
    para fazê-la forte. Tristeza para fazê-la humana. E
    esperança suficiente para fazê-la feliz.”
    Clarice Lispector

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s